Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$32,533.00
-4.84%
Ethereum (ETH)
$1,963.48
-6.78%
Bitcoin Cash (BCH)
$488.37
-8.06%
Litecoin (LTC)
$134.88
-8.48%
Bitcoin, Criptomoedas, Destaque

Confira os países onde os investidores mais lucraram com Bitcoin em 2020

Lista da Chainalysis apontou os 25 países nos quais os investidores mais lucraram.

O estudo divulgado ontem mapeou em quais regiões estão os investidores que mais ganharam com a valorização do Bitcoin no ano passado.

Os pesquisadores analisaram os dados on-chain das principais corretoras do mundo e calcularam a diferença de quanto dinheiro entrou nas plataformas versus o montante que saiu. O cálculo considerou as entradas e saídas das carteiras de Bitcoin, possibilitando fazer a estimativa baseada apenas nos lucros obtidos com a maior criptomoeda do mundo. Na sequência, os ganhos ou perdas foram distribuídos por país com base da parcela de tráfego da web que cada região representa nas plataformas.

Confira o gráfico abaixo:

Na América do Sul, o Brasil aparece na 16ª posição na lista da Chainalysis, com seus investidores lucrando em torno de US$ 300 milhões no ano passado. A Argentina ficou em 21º lugar, com lucro de aproximadamente US$ 200 milhões.

Disparados em primeiro lugar estão os investidores dos Estados Unidos da América, com lucro em torno de US$ 4,1 bilhões com o Bitcoin. A China, com um lucro três vezes menor, aparece em segundo lugar com US$ 1,1 bilhão, seguida por Japão (US$ 900 bilhões) e Reino Unido (US$ 800 bilhões).

“Isso pode parecer surpreendente já que historicamente a China tem o maior volume bruto de transações de criptomoedas. Mas as exchanges focadas nos EUA registraram enormes fluxos de entrada em 2020, que parecem ter sido realizados no final do ano”, explicou o estudo.

Esses números se limitam aos usuários que liquidaram suas criptomoedas em exchanges, não levando em consideração os ativos ainda não retirados das plataformas, afirmam os pesquisadores.

Bitcoin no topo dos investimentos

O estudo também mostra que alguns países, comparando suas classificações econômicas como o PIB, aparentam estar “acima do peso” em investimentos em Bitcoin.

Com renda média-baixa e seu PIB apenas no 53º lugar, os investidores do Vietnã apresentaram lucros de US$ 351 milhões, acima de países ricos como Austrália, Arábia Saudita e Bélgica. O fenômeno se repete em alguns países em que a popularidade do Bitcoin tem subido, como na Espanha, Turquia e República Tcheca.

Vemos exemplos do contrário também. A Índia, com o quinto maior PIB do planeta, ocupa somente o 18º lugar em ganhos com investimentos em BTC.

O Brasil também é outro exemplo deste segundo grupo, estando em 9º lugar entre os PIBs e na 16ª posição no estudo da Chainalysis.

A lista de 2021 será bem diferente? Vamos aguardar os próximos 6 meses.

 

coinmag

Nós somos um portal de notícias especializado em trazer o que há de mais novo e relevante quando o assunto é cripto moedas. Nossos escritores são traders veteranos, empresários do setor e especialistas de TI que convivem com o mercado de crypto moedas em uma base diária. We are a news portal specialized in bringing to you the newest and most relevant about crypto currencies. Our writers are veteran traders, sector entrepreneurs and IT specialists that live with crypto currencies in a daily basis.

  1. Ramón Martínez

    junho 11, 2021

    Excelente material informativo

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish