Name Price24H (%)
Bitcoin (BTC)
$32,951.00
-3.28%
Ethereum (ETH)
$1,925.28
-4.08%
Bitcoin Cash (BCH)
$483.06
1.35%
Litecoin (LTC)
$130.55
0.43%
Tecnologia

Brasil adotará o PIX, sistema ágil como o Bitcon

O Banco Central brasileiro já está se preparando, oficialmente,desde o início do ano, anunciou, para implantar o PIX, sistema de pagamentos instantâneos que permitirá a realização de transferências e pagamentos em até dez segundos. Os sistema promete revolucionar a forma com que os brasileiros se relacionam com o sistema bancário tradicional. O sistema vai permitir, além da agilidade, menos burocracia na forma de transferir valores, o que se assemelha muito ao Bitcoin.
Em poucas palavras, o PIX é uma nova ferramenta para fazer transferências e pagar contas de forma rápida, sem esperar dias para que o pagamento “caia”. Trata-se de um novo sistema de pagamentos lançado pelo Banco Central do Brasil com o intuito de baratear o custo das operações de pagamentos e transferências.
Hoje, transferências entre contas bancárias de diferentes instituições são feitas através de TEDs e DOCs. Pagamentos de contas são feitos por boletos, transações físicas, por cartões e com dinheiro vivo.
Essas operações eletrônicas podem levar dias – e muitas delas acabam custando caro (algumas instituições chegam a cobrar mais de R$20 por TED, por exemplo). E o dinheiro vivo pode representar um risco maior tanto para o pagador quanto para o recebedor.
A novidade é que essas modalidades de pagamento deixarão de ser as únicas possibilidades: o PIX passa a ser uma alternativa para transferir e fazer pagamentos. O PIX começa a funcionar oficialmente no dia 3 de novembro e todos os bancos e fintechs com mais de 500 mil contas ativas deverão se adequar, até esta data, para oferecer e receber o serviço. O objetivo é ter o sistema funcionando completamente até o dia 16 de novembro.
O que é o PIX?
Basicamente, este é um novo sistema que facilitará a transferência de valores entre pessoas, o pagamento de contas e boletos e até recolhimento de impostos e taxas de serviços, entre outras possibilidades.
A diferença é a rapidez e a disponibilidade deste sistema: enquanto hoje existem restrições de dias e horários para enviar quantias através de TED e DOC e realizar pagamentos de contas, o PIX permitirá que elas sejam realizadas a qualquer dia e horário.
O sistema de pagamentos funcionará 24 horas por dia, 7 dias da semana, em todos os dias do ano. Além disso, as transações serão realizadas em segundos. Em outras palavras, as transações serão realizadas em tempo real. Elas acontecerão sem intermediação de terceiro: o dinheiro sai de uma conta e vai diretamente para o conta de quem receberá os valores.
O Banco Central regulamentou que as transações do PIX poderão ser feitas de forma mais “tradicional” – com informações como número de celular, e-mail, CPF ou CNPJ, ou também através da leitura de QR Codes estáticos e dinâmicos.

coinmag

Nós somos um portal de notícias especializado em trazer o que há de mais novo e relevante quando o assunto é cripto moedas. Nossos escritores são traders veteranos, empresários do setor e especialistas de TI que convivem com o mercado de crypto moedas em uma base diária. We are a news portal specialized in bringing to you the newest and most relevant about crypto currencies. Our writers are veteran traders, sector entrepreneurs and IT specialists that live with crypto currencies in a daily basis.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish